GANHOS DE PRODUTIVIDADE EM FORNOS DE FUNDIÇÃO

Como o cuidado da passagem se relaciona com este conceito e o papel das lanças térmicas nesta tarefa...

A manutenção do furo da torneira é fundamental para a operação eficiente do forno de fusão, pois permite a drenagem adequada do forno com o mínimo de interferência do operador.

Uma passagem desgastada pode levar a um fluxo mais violento, aumentando significativamente a emissão de fumaça durante o sangramento e corre o risco de misturar e perder mais metal na escória. Com o tempo, os dutos laterais podem formar e danificar o revestimento ao redor da área de tomada de força. Isto pode se tornar um grande problema operacional e levar a danos nas placas, o que se traduz em um risco considerável de segurança e causará perdas significativas de produção. Isto se soma à perda de disponibilidade da estação de sangramento devido à manutenção, que muitas vezes requer uma parada do forno de fusão, diminuindo a produtividade geral da operação total.

Grande parte da responsabilidade pelo desgaste dos vários componentes da zona de rosqueamento (insertos de grafite, tijolos refratários, placas de resfriamento, etc.) é geralmente atribuída ao uso de lanças de oxigênio tradicionais (tubos e tubos cheios de arame).

Fig. 1: Aqui podemos ver como a lança tradicional (cano) não fica acesa o tempo todo e é difícil de acender. Além disso, podemos ver como funciona com uma energia "radial", danificando componentes importantes.

Sendo ferramentas de baixa precisão, seu desempenho e padronização em operação dependem muito da experiência do operador, o que também resultará em danos à passagem e em uma maior necessidade de manutenção por parte do operador.

Para superar este problema, é necessário utilizar ferramentas mais precisas e que não dependam tanto das habilidades dos operadores e das condições de trabalho dos fornos. As lanças térmicas Trefimet atendem a estes requisitos.

Fig.2: Os diferentes modelos de lanças térmicas Trefimet, agrupados de acordo com a categoria a que pertencem.

As lanças térmicas Trefimet, quando mantidas em funcionamento o tempo todo, têm a capacidade de avançar pela passagem sem a necessidade de manobrar ou exercer esforço excessivo, simplesmente mantendo o contato entre a lança e o material a ser derretido. Esta vantagem permite ao operador alinhar a lança térmica com o eixo central da passagem, o que minimiza as chances de gerar novas passagens de rosqueamento adjacentes ao original e danos/perfuros nas inserções de grafite e placas de resfriamento.

Além disso, as lanças térmicas Trefimet se caracterizam pelo fato de serem ferramentas de energia térmica focalizadas, o que permite uma operação rápida e precisa. Devido a este último ponto, esta ferramenta é capaz de passar pela passagem para o material a ser evacuado, derretendo apenas o obturador e o produto deixado na passagem da rosca anterior, gerando perfis de abertura mais uniforme e aumentando a vida útil dos diferentes componentes na área da rosca.

Fig. 3: Trefimet lanças que permanecem o tempo todo, gerando energia focada. Esta energia "axial" gerada pelas lanças térmicas Trefimet aumenta a vida útil e a produtividade dos componentes.

Estas vantagens sem dúvida permitem a padronização e garantem uma operação precisa e rápida, eliminando o impacto que a experiência do operador pode ter sobre a condição da passagem e sua vida útil. A maior disponibilidade do equipamento, melhor controle da operação de abertura, tempos de abertura reduzidos e custos operacionais menores relacionados à manutenção da zona de abertura, impactam diretamente na produção geral do forno e, portanto, da fundição.

Você gostaria de deixar uma avaliação do site?

Sua opinião é muito importante